.
.

CAMPANHA: #UNIDOS CONTRA O BULLYING

CONHEÇAM A HISTORIA DA:  J.M  DE 14 ANOS QUE SOFREU BULLYING NA ESCOLA:



 Quando eu tinha 6 anos, entrei numa nova escola e eu era a menina mais nova da minha sala. Por ser gordinha, ninguém falava comigo. Eu tentava fazer amizade e me aproximar, mas as pessoas me ignoravam, e me colocavam apelidos. Eu sempre fiquei sozinha, ninguém me escolhia na hora da educação física. E eu odiava fazer trabalhos em grupo, porque eu não tinha amigos então eu sempre ficava sem grupo e a professora que tinha que me incluir em algum e ela me olhava com pena.
Quando eu fui crescendo, achei que isso ia mudar... Mudou, mas mudou pra pior. Os meninos maiores da minha turma se juntavam com outros de turmas aleatórias, me cercavam e pegavam meu dinheiro do lanche, quando eu levava biscoito eles pegavam e corriam, e eu não podia fazer nada. Se eu falasse com as “tias” da escola, elas chamavam os meninos, mas eles negavam tudo, e as “tias” acreditavam neles.
A cada ano que passava as coisas iam piorando. Eu era muito sozinha, meus amigos eram livros e meus bichinhos de pelúcia... Eu estudava muito, então tirava boas notas, algumas pessoas até pediam cola e então eu me senti útil ali, mas eles só me chamavam quando queriam cola, e eu continuava sozinha.
Os apelidinhos ofensivos nunca cessaram, eu sempre fui a “gordinha, nerd, feia”... Eles ainda pegavam meu dinheiro, e passaram a pegar meu material escolar e esconder. Quando eu falava com a professora eles me desmentiam e ninguém acreditava em mim.
Um dia, cansei de aguentar calada e contei pra minha mãe. No início ela não acreditou, mas foi falar com a diretora da escola. Chamaram a mim e a todas as pessoas que implicavam comigo na diretoria, claro que eles negaram tudo, mas mesmo assim levaram uma bronca da diretora.
Tive dois dias de paz, mas logo tudo piorou. Fizeram corredor polonês, e eu apanhei, cheguei em casa toda roxa mas não contei pra minha mãe, pois na ultima vez que ela foi na escola, piorou tudo, então eu preferi ficar calada.
Minha vida ia de mal a pior, ainda me batiam, me empurravam, pegavam minhas coisas e sempre que eu queria me defender, saía como a errada. Já tava muito difícil de aguentar. Eu tinha vontade de me matar, porque eles diziam que eu era feia e gorda, eu não tinha que estar ali, ali não era o meu lugar. E eu me sentia assim. Não queria mais ir pra escola, fingia estar doente, não saía pra lugar nenhum. Quase repeti no 6º ano por falta.
Minha mãe foi chamada pra trabalhar em outro lugar e nós nos mudamos. Dei graças a Deus pensando que agora teria uma vida normal e seria tudo diferente, que enfim eu seria feliz, mas me enganei. Tudo seguiu como era antes e meu sofrimento não acabou. Foi assim por mais dois anos... Continuei sozinha, sem amigos, sofrendo com apelidos ofensivos, e sendo excluída.
Hoje, tenho 14 anos, ainda sofro com apelidos ofensivos e continuo sem amigos. Mas tenho esperança de dias melhores. De pessoas boas, de gente humana de verdade. Gente que não ligue pra aparência, que tenha bom caráter, que suba na vida sem precisar pisar em ninguém.
“Mas neste momento tudo me parece estranho, como se este não fosse o meu lugar. Eu é que estou deslocada. E o pior é que sinto que pertenço a algum lugar, mas não consigo descobrir qual é.”


BOM GENTE ESSA É A  HISTÓRIA DA  NOSSA AMIGA J.M. 
 VOCÊS VIRAM O MAL QUE O BULLYING PODE CAUSAR A UMA PESSOA SEJA FISICAMENTE OU PSICOLOGICAMENTE. O BULLYING GERALMENTE É PRATICADO EM GRUPOS OU NÃO. ELE É PRATICADO POR JOVENS QUE OFENDE A PESSOA SEJA EM APELIDOS ,RÓTULOS,AGRESSÕES FÍSICAS E PSICOLÓGICAS . ESSES AGRESSORES RIDICULARIZAM A VÍTIMA ESPALHANDO COMENTÁRIOS MALDOSOS , O MODO  EM QUE A VÍTIMA  SE VESTE E OUTROS ASPECTOS, PESSOAS QUE SOFREM DE BULLYING TEM COMPORTAMENTOS COMO: INSÔNIA ,TRANSTORNOS ALIMENTARES,ISOLAMENTO SOCIAL NO CASO A VÍTIMA TEM POUCOS AMIGOS OU NENHUM,TRANSTORNOS DE ANSIEDADE,DEPRESSÃO,MEDO, A VÍTIMA FICA COM MEDO DE IR A ESCOLA,TRISTEZAS,AUTO AGRESSÃO ENTRE OUTROS.... VÍTIMAS DE BULLYING QUE PROCURAM AJUDA TEM  75,9 %  DE REDUZIR OU ACABAR COM O BULLYING. ENTÃO VOCÊ LEITOR(A) QUE SOFRE DE BULLYING NÃO PERCA TEMPO NÃO SE INTIMIDE PROCURE AJUDA. UM EXEMPLO DE SUPERAÇÃO É A CANTORA DEMI LOVATO QUE DEU A VOLTA POR CIMA E VENCEU O BULLYING. O BULLYING É UMA DOENÇA E TODOS DEVIAM SE IMUNIZAR DESSE TERRÍVEL MAL. SE VOCÊ LEITOR(A) JÁ SOFREU BULLYING CONTE SUA HISTÓRIA PRA GENTE , SE NÃO QUISER FALAR O NOME(NÃO ACEITAMOS NOMES COMPLETOS,SÓ ACEITAMOS O PRIMEIRO NOME.OU A INICIAIS DO PRIMEIRO E SEGUNDO NOME) É SÓ COLOCAR AS INICIAIS DO SEU PRIMEIRO NOME E SEGUNDO, FALANDO QUANTOS ANOS TEM . PRA ENVIAR A SUA HISTÓRIA BASTA CLICAR NO NOME CONTATO QUE FICA ALI NO MENU DO BLOG. FIQUE TRANQUILO(A) O SEU E-MAIL NÃO SERÁ REVELADO.  
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

  1. nossa , que triste isso o governo deveria acabar e dar um jeito com isso !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza e sem contar que esse tipo de agressão atinge o rendimento do aluno, no caso a vítima de bullying fica com medo de frequentar a escola e as notas vão diminuindo. Resultando em anti-socialismo, depressão entre outros.... Os professores devem ficar atento aos alunos que se isolam,que não tem amigos, que se demonstra triste. O professor deve procurar conversar com o aluno pois esses comportamentos podem ser consequencia do bullying.
      O fundamental é procurar ajuda seja da diretoria da escola ou universidade e dos pais.

      Excluir

Fique a vontade para comentar! ♥ Os comentários só serão publicados depois da aprovação. Por tanto quem usar palavras de baixo calão (Palavrões) ou vier só divulgar o comentário será excluído. Não aceito tags, nem selinhos. Desculpe-me. Fique a vontade no Blog O Novo De DEUS! Aliás ele também é seu! Beijos fiquem na paz do SENHOR JESUS♥

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...